Dois pensamentos aos leitores e leitoras deste blog.

Dois pensamentos de boas-vindas aos leitores e seguidores deste blog:
- Mesmo que vivas um século, nunca deixes de aprender!!!
- O importante não é saber tudo, e sim, nunca perder a capacidade de aprender!



segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Liturgia Diária / Minutos de Sabedoria / Língua Portuguesa / Mensagem: Exaltação à Aracoiaba. Tudo isso, hoje, dia 21.09.2009.

Liturgia Diária

 Segunda-feira - 21.09.2009


Leitura: Ef 4,1-7.11-13 / Salmo: 19A(18A) / Evangelho: Mt 9,9-13.


Minutos de Sabedoria

AFASTE de si o veneno da lisonja. / Não creia naqueles que o elogiam sem motivo. / Prefira ouvir uma crítica honesta, a um galanteio vazio. / A crítica aos nossos atos poderá trazer-nos o alerta de que necessitamos para corrigir-nos. / O elogio fácil nos amolece e ilude. / E nada existe de mais frágil que uma criatura iludida a seu próprio respeito.(C. Torres Pastorino)


Língua Portuguesa
 
 
NÃO ERRE MAIS! (explicação em forma cômica).

Veja a frase atentamente:
O "falecimento" de Aírton Senna consternou o País.

Não. O piloto brasileiro não "faleceu". Morreu. 
falece aquele que sai da vida naturalmente, por doença ou velhice.
Morre todo aquele que perde a vida, brutalmente ou não.
Toda pessoa que falece, morre, mas nem toda pessoa que morre, falece.
Uma pessoa assassinada não "falece", morre. Um nonagenário, num asilo ou num leito de hospital, falece.
Só a morte pode ser violenta;
o falecimento, ao contrário, apenas exprime um efeito natural e é sereno, calmo, tranquilo.
Por isso, rezemos todos para falecermos, bem tarde, muito tarde!

(Luiz Antonio Sacconi - Livro "Não erre mais" - pág. 628ª Edição - Editora Harbra.


Obs.: Turma amiga deste blog, este gramático, para mim, é nota 10 !!!! (Lusmar Paz)


Exaltação à Aracoiaba

Creio em ti Aracoiaba!
Creio no teu presente,
Creio no teu porvir,
E glorifico o teu passado.
Por Deus tu és abençoada,
E por uma fada benfazeja
Parece que fostes tocada!
Teu nome é um hino de louvor
Que as aves entoam ao Criador.
Tens no contorno do teu mapa
O desenho de um condor
Voando pelas alturas...
Ou será a ave de arribação
Que com a seca deixa o sertão?
Quem sabe não é uma andorinha
Aquela que sozinha
Não pode fazer verão?...
Se olho em teu derredor
Vejo montes e matas verdejantes
Não tanta mata como antes,
Porém, o suficiente
Para encher o pulmão
De ar puro, sem poluição.
Ao teu lado, vejo o rio que te deu o nome.
É preciso que os homens
Lutem unidos
Por sua perenização!
Se te olho mais ao longe
Deparo-me com a Pedra Aguda
Linda!
Altaneira!
Qual atalaia vigilante
Guardando toda a região,
Tida como um símbolo
Do inacessível,
Do inatingível...
Figurando em tua bandeira!
Pedra Aguda
Cantada e encantada
Segundo reza a lenda
Em noite enluarada
Aparece uma princesa
Chorando desesperada...
E o seu príncipe nunca chega
Pra quebrar o seu encanto
E ela ser libertada
--------------------------------- 
Bendita sejas cidade amada
Bendito seja o teu povo
Bendito seja o teu futuro
Como bendito foi o teu passado
Cheio de lutas e de glórias!
E que a Virgem da Conceição
Que é a tua padroeira
Te guarde e te proteja
Agora e para sempre
Amém!


(Rosira Alexandre de Oliveira)


A Rosira Alexandre é uma filha autêntica de Aracoiaba, pois ama muito o seu berço natal e a ele dedica lindas poesias. Parabéns Rosira! Uno-me a você para exaltar a terra em que nascemos, o lugar onde as aves cantam, a nossa querida Aracoiaba.
Lusmar Paz.



Um comentário:

Roberto Filho disse...

ótimo!! parabéns.

abraço
\o