Dois pensamentos aos leitores e leitoras deste blog.

Dois pensamentos de boas-vindas aos leitores e seguidores deste blog:
- Mesmo que vivas um século, nunca deixes de aprender!!!
- O importante não é saber tudo, e sim, nunca perder a capacidade de aprender!



terça-feira, 18 de agosto de 2009

Dr. Salomão, homenageado na Festa da Gratidão!

Homenagem ao Mestre Educador Dr. Salomão Alves de Moura Brasil, na FESTA DA GRATIDÃO


(Trabalho pesquisado e redigido pelo Prof. Lusmar Paz – Aracoiaba – CE.)





Junto ao mestre, Salomão, vai também um pouquinho de cada aracoiabense. É como se nos transportássemos com ele ao lugar em que descansa. A vida de Dr. Salomão é tão paradoxo ao ponto de afirmarmos também que fica muito dele, em cada um de nós. Talvez, até os que não o conheceram; o admiram, o respeitam e ainda absorveram muitos dos seus ensinamentos que, certamente, serão sempre transcendentais. A dedicação à vida de Dr. Salomão é como um livro de sabedorias: em qualquer período da história estará sempre atualizado. Será eternizado como o grande "Descartes" de Aracoiaba.
Em suas palavras, Dr. Salomão, como se consagrou, dizia "não chore a minha morte quem nunca me deu um sorriso em vida". E é difícil encontrar quem nunca deu um sorriso em vida a Dr. Salomão. Até mesmo por seus tropeços, havia alguém que estava a sorrir, a admirá-lo.
À família, aos amigos e aos conterrâneos de Aracoiaba, sintamo-nos imitadores e co-responsáveis das "boas ações" de Dr. Salomão.(Palavras do Universitário em Jornalismo Daniel Monteiro, filho natural de Aracoiaba)




Sua Biografia


SALOMÃO ALVES DE MOURA, mais conhecido por SALOMÃO ALVES DE MOURA BRASIL.


Natural de Iracema, radicalizado ARACOIABENSE, descendente de duas tradicionais famílias brasileiras: Alves, (por parte da mãe: Otilia Alves do Nascimento), de origem portuguesa e, se você observar um dicionário que contenha nomes de pessoas que se destacaram na história, por seus feitos, você verá que “Alves” é capaz: Escritor, jornalista,cantor, romântico, político, legista, jurista, historiador, educador, compositor, poeta e vai por aí... A segunda família, Moura Brasil (por parte de pai: João Francisco de Moura) é uma mistura dos Mouros (a) de Portugal com Brasil e de origem cearense, de Iracema, terra do famoso médico oftalmologista, “Moura Brasil”. Seu nome Salomão: “ Rei Salomão, filho de Davi, célebre por sua sabedoria, justiça, amor e pelos banhos de mel que tomava, junto à Rainha de Sabá, quando se deleitava, como forma de manter sua juventude”. Já dá para saber de quem estou falando? Se desejar saber mais alguma coisa, leia a trajetória de vida de vida do grande educador, Dr. Salomão Alves de Moura Brasil.

Aos 5 anos: órfão de pai e aos 9, torna-se oficialmente arrimo de família, com autorização Judicial do Juiz Dr. Edson Burlamaque, para o Banco do Sr. Jaime Oscar da Silveira, pai do atual Cel. Hélio Silveira;
Aos 11 anos, segue para o Colégio dos Jesuítas, na Serra de Baturité, onde concluiu o Ensino Fundamental e o 2º Grau, seguindo-se o Vestibular para a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, onde logrou o 2º lugar;
Ainda nos Jesuítas, fundou o “YPC-YOUTH POWER CLUB” (Clube da Juventude Forte);
Presidente da AIL – Academia Inaciana de Letras, tendo como Patrono: Camões;
Funcionário da Companhia de Aviação “PANAIR DO BRASIL S.A.” – Piloto Civil Amador;
Professor dos Colégios: Arquidiocesano – Castelo Branco, Farias Brito, Pe. Champagnat, Brasil, Escolas de Sargentos do Exército e Particular, em Fortaleza-CE;
Diretor dos Colégios: Educandário Antônio Bezerra (Fortaleza), Ginásio Carmela Dutra e Fundador da Escola Normal Carmela Dutra (Jaguaribe), do Ginásio Escola Normal Virgílio Távora (Aracoiaba), Fundador e Diretor Perpétuo;
Fundador da Associação dos Educadores de Aracoiaba e seu 1º Presidente;
Formado em Ciências Jurídicas e Sociais – Advogado Militante, OAB_CE Nº 2261;
Promotor Adjunto – Jaquaribe;
Inspetor Escolar da Rede Estadual;
Supervisor Estadual do Sistema Rádio e Televisão Educativa;
1º Superintendente de Educação de Alto Nível do Estado do Ceará;
Registros de: Português, Inglês, Francês, Latim e conhecimentos do Grego;
Político: Vereador há 25 anos consecutivos, várias vezes Presidente do Legislativo Municipal de Aracoiaba-CE..
Dr. Salomão é também hinógrafo dos mais abalizados, isto ele demonstra em sua produção literária: “Hino ao Município de Aracoiaba”; “Hino de Vazantes”; “Hino do Município de Ocara”; “Hino à Seleção Brasileira Tricampeã”; “Hino do Tiradentes Esporte Clube (Aracoiaba)”; “Hino do Centro Cívico”; Hino a Jaguaribe”; “Hino do Jubileu de Esmeralda do GVT”; “Hino do Centenário de Aracoiaba”; “Saudação ao Presidente Getúlio Vargas”; “Hino ao Ginásio Carméla Dutra (Jaguaribe)”; “Hino do Ginásio Virgílio Távora (Aracoiaba)”; “Hino de despedida à Escola de Ensino Fundamental do Município de Itapajá); “Hino ao jubileu de Ouro do GVT (Aracoiaba).
Cognominado: “Papa da Educação do Maciço de Baturité” e Celebridade Regional.

Obs.:Esses dados biográficos foram redigidos por Maria da Glória Filgueiras Bastos – Escritora da “Casa de Juvenal Galeno” no primeiro livro lançado por Dr. Salomão, “Caleidoscópio”.


Dr. Salomão lançou dois livros:




Primeiro Livro Caleidoscópio – Lançado: Dia 13 de Agosto de 2005.

Nas orelhas deste sábio livro encontrei o comentário feito pela Francinete Azevedo, da “Academia Cearense de Retórica”, “Casa de Juvenal Galeno” e ALMECE.


Segundo Livro : O Menino que disse Sim! Lançado: 31 de maio de 2008.Também nas orelhas deste livro encontrei o comentário de Ana Maria do Nascimento , Escritora da ALMECE, Ala Feminina da Casa Juvenal Galeno, AFELCE<>


O MENINO QUE DISSE SIM
( Livro mais recente...)



Dom Evaristo Arns, em seu livro “Pensamentos” declara: “Rês pontos são decisivos na vida: coragem, lucidez e confiança em Deus”!
Salomão – nome Bíblico – O Rei salomão era um homem sábio e prudente, respeitado em todo o Oriente e no Egito.
Salomão, a exemplo do Rei de Israel, detém sabedoria, possui intekigência brilhante, determinado, prudente, com visão progressista, antevê um futuro, pleno de avanços tecnológicos nas áreas educacional e social de nossa Aracoiaba. Seu nome augura bons presságios e, o filho da virtuosa professora Otília, “O Menino que disse SIM”, foi aureolado de bênçãos.
A infância de Salomão – “O Papa da Educação”, veremos neste livro autobiográfico, ter sido pontilhada por dificuldades, mas os obstáculos não lhe apagaram o desejo de alcançar vôos distantes. Estudou, conseguiu várias formaturas de nível superior, galgou degraus de sucesso e não esqueceu sua Aracoiaba e sua gente.



Salomão, o grande estadista, ousou criar na bela Cidade “onde as aves cantam”, um colégio, que favorecesse o aprendizado, de nossas crianças e de nossa juventude, numa época em que tudo parecia impossível.
Dom Bosco declarava: “o dom de ensinar, torna a pessoa imortal”. E Salomão se tornará imortal por suas ações, em benefício de uma educação sem limites.
As gerações futuras irão condecorá-lo por sua colaboração inestimável no progresso da cidade e consequentemente, no crescimento intelectual dos conterrâneos.
“O Menino que disse SIM”, estampa suas raízes, suas predileções, sonhos, seu lado filantrópico, seu amor pelos familiares e pelos mais humildes, sua gratidão pelo apoio recebido de amigos e de pessoas outras, durante sua trajetória de vida.
Vale a pena conferir a leitura desse trabalho autobiográfico, em que a história de vida de “Um menino que disse SIM”, se confunde com a memória de sua cidade natal.
A Escritora e professora Ana Maria encerra esta apresentação com a frase: “Obrigada, Salomão, pelo reconhecimento em sua obra literária, de nossos familiares, também seus e de todas as famílias envolvidas, em feitos tão relevantes.

___________________________


Quero ressaltar que Dr. Salomão convidou-me para fazer a introdução deste livro o qual estamos a enaltecer: “O Menino que disse SIM”. Aqui está meu comentário na íntegra:
“De fato, o livro merece ser lido e relido, pela beleza do seu conteúdo, cuja história com seus detalhes mesclados de sinceridade, simplicidade e, acima de tudo, exemplo de luta, cativará e emocionará o leitor”.
Dr. Salomão, homem de brilhante inteligência e memória fabulosa, nesse livro nos remete a uma viagem a uma viagem pelo túnel do tempo, trazendo o passado ao presente, mostrando assim às novas gerações, a riqueza e a fortaleza de sua luta, frente aos obstáculos que a vida apresentara.
Pobreza, sofrimento, humilhações e vitórias, vividas pelo autor,são situações que encontraremos nesse opúsculo, que traz com tanta eloqüência os relatos da vida de uma criança, que embora na sua inocência e pureza já mostrassem claramente quão rica seria a sua personalidade.
O título dessa história “O Menino que disse SIM”, fala sobre as razões que levaram Salomão a sair de Aracoiaba e vencer na vida, voltando anos depois para empregar aqui, o que ele conseguiu economizar durante seus mais preciosos tempos de juventude.
Não se pode falar em Aracoiaba sem falar em Salomão. Não se pode falar em educação sem falar em Salomão.
Este homem é um verdadeiro exemplo de fé, de luta e de cultura. É também um exemplo de vida, para estimular nossos jovens, mostrando que ninguém que nasce desvalido é obrigado a permanecer na miséria.
A decisão própria é muito importante para a transformação de nosso universo pessoal e comunitário.
50 anos se passaram de formação cultural e educacional, que o GVT, fundado por ele, vem repassando com tanta maestria e sabedoria aos aracoiabenses e a todos que formam o “Maciço de Baturité e além fronteiras”.




Educação será a maior herança que esse grande educador deixará para todos nós, a ponto de ser cognominado pelo povo como o “Papa da Educação no Maciço de Baturité”.
Conclui (Lusmar)essa introdução do livro “O menino que disse SIM” com essa frase: “Se você quiser conhecer uma pessoa que sempre soube dizer SIM, ao não comodismo, SIM, à não preguiça e SIM, ao não pessimismo, então leia o livro de um menino que soube dizer SIM, à luta, ao otimismo, ao amor, à educação e, sobretudo SIM, ao amor à vida. O desafio está proposto: vai ou não ler este livro?


_______________________


Aqui está o comentário encontrado nas orelhas do livro “Caleidoscópio” e que vale a pena a gente relê-lo. Ei-lo na íntegra.


SOBRE CALEIDOSCÓPIO


Acalentado há algum tempo, concretiza-se, para gáudio do leitor, “Caleidoscópio”, o designativo da emoção florente no âmago do seu criador. A refulgência desta obra, trouxe-nos à lembrança o grande Sêneca, quando afirma: “A realização é filha legítima do sonho”.
Imagens, luzes, cores, sons, harmoniosamente, conferem a singeleza dos temas, matizados, feitos com esmero, dispostos em versos, ora decassílabos, ora alexandrinos, por vezes, brancos, mas todos ungidos de sentimentos nobres que dignificam a personalidade de Salomão Alves de Moura Brasil.
Relembranças perfilam as páginas de “Caleidoscópio”, numa exaltação aos entes queridos, já “partintes”, contudo, preservados no relicário de saudades.
O amor é a nota predominante nesta Canção Poética definidora da obra.Ressalte-se a ternura envolvente em “Teus Olhos”; “Tu e Eu”; “Visão Etérea”;”Um beijinho Só”; dentre outros sonetos, apurados na forma e no estilo.
O autor também expressa sua aguçada sensibilidade ao se revelar um religioso convicto, descrevendo “O Sorriso de Maria”, explorando uma “Prece Missionária”, homenageando através de “Urbi et Orbe” o Papa João Paulo II, ou ainda descrevendo “O Missionário”.
A inspiração parece brotar-lhe da alma tal a velocidade da luz e as palavras impregnadas de sabedoria rotulam sua intelectualidade , refletem suas virtudes, denotam o seu civismo, o seu compromisso com a terra natal e a sua gente.
Caleidoscópio traz canções de amor à pátria; exaltações a vultos históricos. O autor é também hinógrafo dos mais abalizados, isto ele demonstra na produção leterária.
Registre-se aqui, o sentimentalismo fulgurante no autor ao poetar invocações às musas, às deusas para revelações de grandes amores.
Francinete Azevedo conclui assim: “ Salomão Alves de Moura Brasil reúne o lírico, o épico, o sacro, numa composição poética notável pela elegância e clareza do estilo, bem a gosto dos clássicos e dos românticos, graças a Deus, ainda existentes no universo literário. “Caleidoscópio” um mimo primoroso para os cultores de boa leitura.


__________________________________


Foto: A Dra. Rosemary, ao lado de Dr. Salomão, é a nova Superintendente do Patrimônio Histórico e Cultural de Aracoiaba.


Queremos tornar público que as últimas realizações do Dr. Salomão foram:
Como Superintendente do Patrimônio Histórico e Cultural de Aracoiaba, fundou o Museu Municipal que seria inaugurado no dia 31 deste mês, porém com o seu falecimento, a Sra. Prefeita de Aracoaiaba, Dra. Marilena Campelo Nogueira, transferiu a data da inauguração para o dia 16 de Agosto, Festa do Município de Aracoiaba. O Museu receberá o nome de Dr. Salomão Alves de Moura Brasil.
Deixou em seu computador a história sobre o Município de Aracoiaba, a qual iria lançá-la no dia 16 de agosto desse ano. Tudo será providenciado para que esse livro tão esperado, venha a ser publicado e lançado na referida data.



No dia 16 de agosto de 2008, Dr. Salomão fundou a Academia Aracoiabense de Letras. Tudo estava sendo programado para a festa de apresentação dos escritores e poetas de Aracoiaba.
Como todos perceberam pelos relatos acima, Dr. Salomão tinha uma inteligência brilhante e uma vasta cultura. Ele foi um ícone na vida educacional de Aracoiaba e em toda a grande Região do Maciço de Baturité.











Aprendi muito com esse grande educador! Sou reconhecedor e grato das sábias lições que ele na sua inteligência e humildade, passou para mim.


Dr. Salomão, obrigado por tudo! Descanse em Paz.


Seu amigo, discípulo e aluno,


Lusmar Paz


2 comentários:

museumunicipaldearacoiaba disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
museumunicipaldearacoiaba disse...

Lusmar, parabéns por todo o seu BLOG. Olhe, está tudo muito maravilhoso. As fotos ficaram ótimas. A matéria da HOMENAGEM A SALOMÃO está completa, impagável. Adorei....ROSE